quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Laboratório de Práticas do Ensino de Filosofia-LPEF/CEJA














O Subprojeto PIBID Filosofia do Campus Caicó-CaC da UERN com atuação no Centro Educacional José Augusto – CEJA realiza em 2017 as atividades do Laboratório de Práticas do Ensino de Filosofia-LPEF. No dia 05 de setembro de 2017 aconteceu a décima sétima e décima oitava intervenção na turma do 3 Ano A e B, do turno Matutino. A atividade foi conduzida pelo bolsista Diego Vinícius Brito dos Santos e supervisionada pela Professora Serjane de Queiroz Vale. No primeiro momento da aula, houve a devida apresentação da nova professora da disciplina de Filosofia, Lenilda Gomes de Araújo. Com o uso do retroprojetor o tutor, juntamente com a professora de Filosofia, apresentaram aos alunos Michel Foucault e evidenciaram os eixos temáticos a serem trabalhados durante o desenvolver da aula. Os eixos temáticos da filosofia de Michel Foucault, adotados para a aula, foram os seguintes: Disciplina e Biopoder; Bem-estar social; Microfísica do poder e as tecnologias do poder. Após a explanação genérica dos conteúdos, deu-se início a apresentação, propriamente dita, acerca do conteúdo. Para iniciar, foi recapitulado um conteúdo já trabalhado no início do ano letivo, que corresponde a “Microfísica do poder”, ou seja, os micros relacionamentos de poder que proporcionam as amplas macrofísicas de poder. Posteriormente, foi recapitulado outro conteúdo já trabalhado no 2º bimestre: A saída do homem do estado natural para o estado cívico, segundo Thomas Hobbes. Foi importante realizar esta recapitulação para que os alunos compreendessem a dialética de construção dos conceitos dos filósofos, que se pode compreender da seguinte maneira: Filósofo “A” cria um conceito, e, posteriormente, Filósofo “B”, se apodera da conceito “A” para recriar ou mesmo reinventar conceito “B”. Essa dialética de construção do conhecimento filosófico é claramente vista em Michel Foucault, quando este distancia-se de Thomas Hobbes em dois sentidos: I – A instauração da sociedade sob a ótica do “pacto social” não põe fim à guerra entre os indivíduos. II – O “pacto social” não desloca todo o poder para o soberano. Assim, diante da dialética do conhecimento, Foucault repensa ideias antigas, reorganizando-os e recriando conceitos próprios, como por exemplo: a “onipresença do poder”. Tendo colocado este e outros pontos entre o pensamento de Thomas Hobbes e Foucault, o tutor e a professora de Filosofia, apresentaram outro conceito-chave na filosofia de Foucault: “A disciplina para submissão”. Trabalhou-se a concepção epistemológica de “disciplina” e sua influência no modo de agir do homem dentro de uma sociedade de controle. Fram colocados alguns exemplos de instituições de controles, tais como: A escola; o quartel militar; a fábrica e o hospital. E, para sensibilizar o conteúdo, utilizou-se o Vídeo-Clip da música The Wall da banda Pink Floyd (link: http://www.pibidfilosofiacaico.com/p/videos.html), para que fosse possível que os alunos percebessem a “disciplina” em seu estágio mais elevado, dentro de uma das instituições disciplinares mencionadas anteriormente. Após, as colocações, tanto do tutor, quanto da professora e dos alunos, foi solicitado a realização de uma atividade no livro didático de filosofia intitulado Filosofia: experiencia do pensamento de autoria de Sílvio Gallo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

  PLANEJAMENTO DAS ATIVIDADES DO PIBID FILOSOFIA UERN CAMPUS CAICÓ (Edição 2020-2021) Nesta terça-feira, 24 de novembro de 2020, aconteceu a...